Nossa História

Em 1969, o Brasil vivia uma etapa de grande insegurança política com um governo que reprimia qualquer forma de manifestação de ideias libertárias.


Surge em diversas cidades do Brasil o desejo de se criar um espaço onde a comunicação  não fosse cerceada e que as crianças pudessem vislumbrar, através da decodificação de símbolos, a existência de outras formas de interagirem e de uma sociedade mais participativa.

Esse espaço aparece sob a forma de escolinhas de arte onde a educação de uma forma alternativa podia experimentar novas formas que privilegiassem a livre expressão como forma de comunicação e de ter documentação da construção de personalidade.

 

É nessa época que surge a escolinha de artes "O Pica-Pau", em 1969, a princípio instalada na rua Chapot Presvot, Praia do Canto, Vitória.  No seu primeiro ano de funcionamento, foram matriculados apenas crianças de dois e três anos crianças que demandavam um curso maternal, uma escola de Educação infantil.  Ficava claro que as escolas do bairro Praia do Canto  não atendiam essa faixa de Idade.


Em 1970, a escola de artes se transforma em uma escola infantil "O Pica-Pau" com o mesmo projeto, objetivos e a mesma forma de privilegiar a livre expressão. Em 1975, foi criada a primeira turma de primeiro ano do primeiro grau, atualmente Ensino Fundamental, e progressivamente as turmas subsequentes até completarmos este nível de ensino.


Em 1986, nasce a Uirandê, inicialmente com o propósito de atender aos filhos bebês dos mais de 30 professores das escolas Pica-Pau e Monteiro Lobato, e logo abrindo suas portas  para as crianças da comunidade escolar na faixa etária de três meses a três anos.  O grupo Monteiro culmina com a criação do segundo grau, hoje Ensino Médio, em 1998, completando todas as etapas do ensino básico da educação brasileira proposta pela Lei de Diretrizes e Bases de 1996, hoje atendendo a Educação Infantil, o Ensino Fundamental e o Ensino Médio.

Hoje a escola Uirandê se destina a alunos de quatro meses a cinco anos de idade e tem sua sede na avenida Rio Branco, 1806, Praia do Canto,  na cidade de Vitória, capital do estado do Espírito Santo.  Sua proposta pedagógica, que tem origem na escolinha de artes, busca uma atualização constante, apoiando-se em teorias de autores como Piaget e sua epistemologia genética, Vigotsky e a interação social, bem como nas novas pesquisas da neurociência. Utiliza-se, para implementar seu currículo, das mais variadas formas de expressão infantil, estruturando-se para ouvir e atender às demandas da educação infantil com o entendimento da criança como ser criativo, experimentador, produtor de cultura, que está vivenciando a mais importante etapa do seu desenvolvimento.